quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

História do Pilates!!!


Joseph Hubertus Pilates (1880-1967) nasceu próximo a Dusseldorf, Alemanha. Sua infância foi marcada pela fragilidade de seu estado de saúde, quando apresentou asma, raquitismo e febre reumática. Devido a isto, ainda jovem decidiu se especializar em anatomia, fisiologia, cultura física, mergulho, esqui e ginástica, passando também a dedicar-se a tarefa de se tornar fisicamente forte e saudável.
Em 1912, aos 32 anos, J.H. Pilates se mudou para Inglaterra, onde trabalhou como lutador de boxe, artista de circo e treinador de auto defesa de detetives ingleses. Quando culminou a I Guerra Mundial, J.H. Pilates foi mandado juntamente com outros alemães para um campo de batalha em Lancaster, por ter sido considerado como um "inimigo estrangeiro". Lá, ele refinou suas idéias sobre saúde e condicionamento físico e encorajou seus colegas a participarem de seu programa baseado numa série de exercícios realizados no solo. O reconhecimento inicial de sua técnica ocorreu pela constatação de que nenhum dos internos naquele campo havia sido acometido pela epidemia de gripe que matou milhares de pessoas em outros campos na Inglaterra em 1918.
No final da I guerra, J.H. Pilates foi transferido para ilha de Man onde aplicou seus conhecimentos para ajudar na reabilitação de pessoas feridas em conseqüência da guerra. Pilates então começou a experimentar exercícios com molas contidas nas próprias camas e descobriu que estas poderiam servir para condicionar os pacientes debilitados que permaneciam muito tempo deitados e sem se movimentar. Dessa forma, as molas serviam para recuperar força, flexibilidade e resistência, além de restabelecer o tônus muscular mais rapidamente.
Mais tarde, o refinamento da técnica conduziu a criação de equipamentos de mecanoterapia específicos do método Pilates, como o Cadilac e o Universal Reformer, que são utilizados até hoje nos estúdios de Pilates.
Ao retornar para Hamburg, na Alemanha, Pilates refinou seus equipamentos e métodos, e trabalhou principalmente com a força policial da cidade. Em 1926, desiludido com o exército alemão, decidiu ir para os Estados Unidos, encontrando assim sua futura esposa, Clara, uma enfermeira que muito o ajudou nas sistematizações do próprio método. Juntos, fundaram um estúdio de Pilates, que se encontra até hoje em funcionamento.
Pouco se conhecia sobre o Pilates, que permaneceu durante muito tempo como método exclusivo do próprio J. H. Pilates, responsável por publicar apenas dois breves livros. Pilates era reconhecido pelo receio da disseminação de suas técnicas e dessa forma manteve o monopólio de seu conhecimento. Somente após sua morte e também de sua esposa que notas abrangentes sobre a técnica foram publicadas.
O reconhecimento internacional da técnica de Pilates somente veio nos anos 80 do século passado, com a abertura de espaço para a reabilitação de atletas e dançarinos no Centro de Medicina dos Esportes do Saint Francis Memorial Hospital, São Francisco, Estados Unidos.

Atualmente, o Método Pilates é utilizado internacionalmente por pessoas de todos os níveis de aptidão física, bem como por companhias de dança, shows da Broadway, equipes esportivas, e muito mais.

Milhões de pessoas em todo o mundo estão praticando Pilates, e os números continuam a crescer.


Fonte: Internet

Um comentário:

  1. “As pessoas não vão entender o brilho do meu trabalho nos próximos 50 anos” Joseph Pilates.

    ResponderExcluir